Gálatas 1. 15


Patoral Dominical (02/08)

“mas deus me separou desde o ventre materno e me chamou por sua graça. Quando lhe agradou revelar o seu filho em mim para que eu o anunciasse entre os gentios,”.

Amados o apóstolo Paulo escreve esta carta porque recebeu noticias de que os Gálatas estavam se sujeitando a lei de Moisés. Essa questão já havia sido resolvida no concilio de Jerusalém, onde ficou decido que os gentios eram justificados pela fé sem as obras da lei. Então Paulo contradiz essa influencia religiosa proposta pelos mestres judaizantes.

Paulo diz que somente á fé é necessária a salvação e não a obediência à lei mais a fé como eles estavam ensinando. Paulo refuta a ideia que eles ensinavam de que o cristão se aperfeiçoa guardando a lei. Paulo também escreve para reconquistar os gálatas que haviam se corrompido com esses ensinamentos!

Amados esse é o pano de fundo que leva o apostolo Paulo a escrever essa carta!

Quando pensamos nesta passagem, logo nos lembramos de tantas outras que nos remetem ao anuncio da palavra de deus:

Lucas o médico evangelista, fiel companheiro do apostolo Paulo escreveu em atos: todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de deus.
Neste caso qual é o ministério que o senhor confiou a você?

Lembre-se amado você é servo!A partir do momento que você se torna servo, você serve!

Amados esse pensamento se encaixa bem com a perspectiva de Jesus e dos autores do novo testamento.

O reino precisa ser procurado e seus alvos seguidos. Aqueles que assumem a liderança abençoam e agradam seu senhor!

Amados liderança cristã, mais do que outra qualquer, precisa escolher objetivos que são coerentes com a vontade e lei de deus. A liderança positiva precisa ser exercida por um homem ou uma mulher que conheça a Deus e inclua seus os alvos Dele. As prioridades do líder servo precisam ser prioridades bíblicas. Suas qualidades precisam ser aquelas que lhes deem: o nome de amigo de deus (jo. 15:15) e de cooperador com Ele (1cor. 3.9).

Como Paulo, sua única ambição será agradar a Deus (2cor. 5.9)

O apostolo sabia que tinha sido escolhido por deus para ser servo/líder antes do seu nascimento (gálatas 1.15). Deus lhe deu responsabilidade de influenciar permanentemente outras pessoas para a glória dele!

Que tipo de servo/líder Deus usa?

 

Primeiro lugar – procurando um servo/líder com o coração de deus.

O primeiro passo concentra-se na oração. Da multidão de discípulos que seguiram Jesus, foi importante selecionar doze para aprender com ele e sair para pregar (marcos 3.14).

Jesus investiu uma noite inteira em oração antes de escolher os doze homens que se tornariam apóstolos (Lucas 6.12).

Os onze apóstolos oraram para deus intervir na seleção do sucessor de Judas (atos 1. 24-26).

Foi durante o período de oração e jejum dos principais lideres da igreja em Antioquia que o espirito santo disse: “separai-me, agora, barnabé e Saulo para a obra que os tenho chamado” (atos 13.2-3) e tantas outras passagens.

 

Segundo lugar – procurando um servo/líder aprovado

Notemos o exemplo do candidato de Paulo para o ministério. Ele precisa ter boa reputação não somente como líder, muito mais como servo (1tim 3-7). Pois ira servir!

Terceiro lugar – procurando um servo/líder disposto para a obra

Amados habilidades e talentos valem muito pouco ou quase nada para os servos que não estão disponíveis, dispostos e prontos para servir.

Paulo certamente conhecia “servos” que queriam somente títulos, mas que estavam poucos preparados para o serviço.

O serviço para deus exige a diligencia e a vontade séria para ser aprovado pelo senhor (2 Timóteo 2.15).

Será que Pedro não tratou desse mesmo assunto?

“pastoreai, cuidai do rebanho de deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como deus quer, nem por sórdida ganancia, mas de boa vontade” (1 Pedro 5.2)

 

Quarto lugar – procurando um servo/líder que é disposto para ensinar e para aprender

Amados servir exige conhecimento e o treinamento. A habilidade para ensinar depende do desejo continuo de aprender! Um servo nunca deve dizer que já aprendeu, como se não precisasse mais crescer em entendimento. Amados, depois de 80 anos de aprendizado na escola de Deus, o senhor prometeu a Moisés: “vá, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar” (ex. 4.12).

Muita reflexão e oração amados é o mínimo necessário que precisamos buscar e praticar como servos dispostos a servir ao nosso senhor Jesus! Amém!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s